quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Quantos anos têm os meus pais? Uma mão cheia? Ou muitas mãos cheias? A matemática na história da bruxinha

Outubro

Quarta feira dia 22

Hoje aconteceram coisas maravilhosas. Os meninos trouxeram-me tesourinhos. E que são tesourinhos? Rimas, histórias, desenhos colagens... cada um explica aos amigos o que fez ou o que está escrito naquele (s) papel (eis). Logo pela manhã, sabe bem, sentirmos que as nossas crianças prolongam o dia do Jardim em casa.  Algumas crianças pedem à família para escrever, outros, fazem a sua própria escrita. UMa vez é a Joana  e o Pedro, outras o Gonçalo e o Gonçalo (temos 3) outras ainda o Afonso, a Diana , a Carolina, a Inês... Todos os dias os tesourinhos  vão aumentando o nosso baú do conhecimento.

O Gonçalo prendou-nos hoje com um desenho que tinha duas imagens, uma delas era um ouriço cacheiro, outra um ouriço das castanhas.  Fomos ver o que era um ouriço fruto e o ouriço animal. Os meninos descobriram que são palavras com o mesmo som, que escritas são iguais mas querem dizer diferentes coisas. Vimos depois outras palavras homófonas como manga manga do bibe e manga de comer. Esperemos para ver a evolução.

Outra atividade interessante foi a representação dos anos dos pais. Perguntamos a uma criança de 3 anos quantos anos tem e ela mostra-nos 3 dedos. A resposta a esta questão por norma é respondida quase sempre com a ajuda dos dedos mesmo em outras idades. Quando querem referir-se aos anos da mãe e do pai mostram os dedos todos. Este gesto significa muitos. Tendo em conta este comportamento repetitivo, pedi para trazerem a idade dos pais. A partir de mãos desenhadas fomos cortar grupos de dez dedos ( 2 mãos) para definirmos a idade dos pais. Para as dezenas colocamos as mãos, para as unidades colamos o respetivo numero. Tarefa feita, vamos agora registar por decomposição do numero que corresponde à idade, Assim 32 anos é representado assim:  -10+10+10+2. Amanhã colocarei aqui os mapas construidos.

 

Sem comentários:

Publicar um comentário