terça-feira, 21 de Outubro de 2014

A bruxa que voava numa escova de dentes continua a voar sobre a nossa imaginação.

Outubro

Terça feira dia 21

Hoje fizemos algumas alterações à rotina da semana. Não fizemos ginástica porque o estado fisico da educadora não era o melhor. Iremos recuperar... 

As histórias chegam todos os dias,  é uma delicia ler para todos. Noto que as descrições estão cada vez mais organizadas. Hoje trabalhámos com a companhia da nossa bruxinha. Os mais velhos a partir do pincel e das tintas  e os mais novos através de formas.

Não foram obras criadas de raiz, mas a tentativa de transpor o que a mente retirou da imagem do livro.
A proposta foi  que se criasse a partir de vários materiais a simpática bruxa, com as mesmas caraterísticas da imagem do livro. Resultou a atividade na elaboração  de várias bruxas  com poucas caraterísticas físicas do original. Umas gordas, outras magras, umas de pequena dimensão outras robustas. Tudo serviu para abordarmos conceitos diferentes.



 
Começamos a ilustrar as nossas rimas para que possam ser lidas por todos.

Todos tiveram oportunidade de brincar e fazer os seus próprios projetos porque como diz o psicólogo Eduardo Sá "Brincar é património da humanidade". Os mais novos já se organizam, brincam socialmente, arrumam os espaços e falam mais baixinho.

Os mais velhos fazem atividades de forma independente. Um dos objetos que construiram e que me foi oferecido foi uma carteira cheia de dinheiro... ( a data foi inventada no momento)



 Estas são atividades livres... O Gonçalo fazia "matemática"( como ele diz). O Afonso trabalhava com ele e a educadora assistia...

segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

A bruxa que voava numa escova de dentes.

Outubro

Segunda feira dia 20

Antes de continuar com a descrição das atividades de hoje,  deixo-vos os registos da sopa do dia 16. Consegui encontrar as fotos. andavam perdidas na memória da máquina e não ficaram gravadas no cartão...










Hoje pela manhã surgiram mais rimas, e soubemos as novidades dos anos da Diana Ribeiro.
Chegou o professor de musica e só ouvimos falar de instrumentos.
A hora que antecedeu o almoço foi passada em projetos pessoais. A educadora teve que ir a uma consulta. No período da tarde viram e ouviram a história da bruxa que voava numa escova de dentes.
Fizemos os registos das palavras difícies.

sábado, 18 de Outubro de 2014

QUADRO DE ANIVERSÁRIOS. PARABÉNS!!!

Demorou, mas já está!
Este ano escolhemos laranjas.

Este quadro ajuda-nos a localizar no tempo. A perceção temporal é complicada: dias da semana, dias do mês, o jardim não começa no mês 1, o mês de outubro surge quase em simultâneo com o Outono... Mas rotinas diárias facilitam a aquisição destas noções de tempo!
Este quadro permite também uma abordagem matemática: além das cores e formas, surgem noções de quantidade e conjunto, entre outras.

SUGESTÃO: Façam em casa o quadro de aniversários da família e enviem para ser publicado no blog!


video



quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Que bela sopa!!! Que bela salada de fruta!

Outubro

Quinta feira dia 16


Hoje, dia da alimentação e dia de experiências fizemos uma sopa de nabiços.
Vimos, mexemos, pesámos  e cortámos os ingredientes, que foram: 
A cenoura, batatas, abóbora, cebola, alho,  nabiços sal e azeite. 
A dureza da maioria dos ingredientes era notória. Levantei a questão se estes alimentos se iam alterar quando fossem para o fogão?
- "Sim, vão ficar todos misturados!..."

A cenoura foi difícil de cortar.  As batatas mais fáceis. Os nabiços cortaram-se bem. 
No final algumas crianças disseram que não queriam sopa. Que não gostavam. Insisti para que provassem.

Enquanto a sopa se fazia, fizemos os registos. Os mais velhos através de desenhos, os mais novos pelo recorte.

A sopa estava feita e passada. O Guilherme e o Gonçalo tinham acabado os registos e foram pôr a mesa. 19 tigelas, 19 colheres e 19 guardanapos.

Todos se sentaram  sem resistir. Todos comeram e alguns repetiram...
Os registos fotográficos estavam completos, a mãe da Carolina pôde ver algumas fotos  pela máquina. Quando fui passar para o computador, as fotografias tinham desaparecido... (?).
No período da tarde, tivemos a oferta da educadora Vicência de salada de fruta. Hummmm que delicia!
Todos comeram um bocadinho. 
Deixo-vos os registos de ontem.
Imagens do dicionário



  
Alternancias









,

quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Os registos do Pedro. A letra, a palavra e o resto...

Outubro

Quarta feira dia 15

Hoje houve algumas novidades em papel. O Guilherme trouxe um desenho que mereceu os parabéns pois via-se que tinha dado o melhor de si. 

A Diana Madruga  e o Gonçalo Marchana tinham trazido o registo sobre a idade dos pais.

 A Leonor,  e o Gonçalo Marchana trouxeram a história contada e escrita pelos pais da "bruxa Mimi". No computador lemos a do Gonçalo Mauricio  a do Simão e a da Beatriz. Muito bem!!!!

O Pedro Moiseenco trouxe um registo seu que consistia segundo ele num texto em "espanhol".
Fomos ler e vimos o quê? 
- Um desenho que mostrava uma menina com um "cacheiro" para guardar o gado, muitas letras alternadas com números. 
Perguntei-lhes se eram palavras. Disse-me que sim.
Escrevi algumas no quadro e pus a questão ao grupo. 
    Pqrs2uvx1
É uma palavra?
Todos responderam que não. O Pedro também.
Perguntei o que era e o Gonçalo Maurício disse-me que eram letras e números.
Apresentei várias manchas de palavras no quadro e pedi a todos para me ajudarem a ver quais as palavras e o que tinha que apagar. Sem serem ainda crianças leitoras, todas identificaram que as manchas que tinham números não eram palavras. Curiosamente, assinalaram todos as palavras corretamente.
Fizemos depois jogos em que a colocação no espaço tinha que obedecer a uma certa ordem.
Começamos pelo nome do Pedro. Cada criança tinha uma letra. Todos corriam pela sala até ao sinal sonoro em que se tinham que colocar pela ordem das letras que constituem o nome do Pedro. A primeira vez enganaram-se e decifrei o que se podia ler. Todos riram porque não fazia nexo. A segunda vez, enganaram-se duas crianças no posicionamento que originou outro nome sem ser Pedro. A partir daqui, a ordem surgiu e o nome do Pedro surgiu sempre. Serviu este jogo para mostrar que numa palavra temos que manter sempre a mesma ordem das letras.

No período da tarde, fizemos exercicios de motricidade. Hoje dedicado a passos de dança, e a ginástica com musica ( a direita e a esquerda hoje esteve em ação com ritmo). Eis o registo;