quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

rotina reorganizada, a roda das atividades.

Janeiro

Terça feira dia 15

Hoje o dia foi reorganizado. Sinto que o grupo tem alguma dificuldade em encontrar tranquilidade quando se lhes dá a oportunidade de escolher e de descobrir sem a interferência do adulto.

 Quando os mais velhos estão perto desse momento, os mais novos criam "algum desacato" que os distrai e os torna com alguma excitabilidade.

 Por outro lado, os mais novos necessitam do adulto por perto para servir de estimulador na relação com o mundo e com os objetos.  O conhecimento do objeto e das situações é feito pela criança mas é o adulto que ajuda a estabilizar.

Algumas crianças necessitam de atividade física intensa, outras nem tanto.

 Algumas sentem interesse em atividades que envolvam toda a corporalidade outras já se concentram a utilizar segmentos corporais. Dou como exemplo os que necessitam de correr de subir de descer e os que gostam de fazer um puzzle, de recortar enfim...

 Há os meninos e meninas que controlam os xixis e os cócós, outros que necessitam de ser mudados.

Há os que vão e vêm da casa de banho de forma autónoma e outros que necessitam da mão do adulto.

Há os que vão á casa de banho várias vezes e os que se esquecem e tem que ser a educadora a lembrar.


Bom... O importante é gerir todas estas situações para o bem estar de todos.

Tenho tentado. 

Hoje tomei a decisão de reduzir os espaços de projetos pessoais. Foram preparadas várias atividades que permitiram uma troca sucessiva entre os vários grupos, obrigatoriamente. Os momentos de atividades livres foram reduzidos. 

Quero ter tempo para todos. Quero ajudar cada um a ultrapassar obstáculos. 

Combinámos que todos os dias  os meninos tinham que fazer uma atividade dirigida, uma atividade com registo gráfico livre, uma pintura e modelagem. Se tudo correr bem, o tempo de projetos individuais surgirá.

Eis os registos de um grupinho a fazer uma atividade que tem recusado desde o inicio do ano.




 






Sem comentários:

Publicar um comentário